A rotina de um atleta é cheia de desafios, com treinos, viagens e competições. Mas existe um outro momento que também exige atenção e cuidado: a transição de carreira. Para apoiar quem sempre defendeu as cores do Brasil e dos clubes, nas quadras e areias, a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) criou, em parceria com o Grupo de Estudos Olímpicos (GEO) e apoio da Universidade UNICESUMAR, o projeto “Jornada das Estrelas”, que oferece aos atletas a oportunidade de planejar o futuro e desenvolver outras aptidões. O edital para inscrição na segunda turma já está disponível em Edital Jornada das Estrelas 2022

“Como atleta, vivi todas as emoções que uma carreira esportiva pode proporcionar. A trajetória foi imensamente feliz, mas nem por isso fácil. Como fácil não foi a etapa seguinte. Trilhei o caminho da transição para a vida além das quadras identificando e aproveitando oportunidades. O ‘Jornada das Estrelas’ é parte do trabalho da CBV para ajudar a pavimentar uma estrada mais tranquila e segura para novas gerações de atletas e gestores. Que permita mais mulheres em posições de liderança e no qual nossos craques tenham opções de preparação para brilhar também após deixarem as quadras”, explica Adriana Behar, CEO da CBV.

O programa é dividido em duas partes. Na primeira, realizada de forma remota, especialistas em psicologia do esporte, avaliação psicológica e psicologia clínica do Grupo de Estudos Olímpicos fazem a mentoria individual e em grupo dos participantes, para a criação de um plano de carreira. Após cumprir todas as fases de mentoria, o atleta recebe uma bola integral de estudos na Universidade UNICESUMAR, em curso de graduação ou pós-graduação, mediante aprovação no vestibular da universidade.

A turma de 2021, a primeira do “Jornada das Estrelas”, contou com nomes como as medalhistas olímpicas Fernanda Garay, ouro na quadra em Londres 2012 e prata em Tóquio 2020, e Juliana Felisberta, bronze na praia em Londres 2012. Na formação da segunda turma, serão oferecidas 20 vagas - 10 para atletas do vôlei de quadra e 10 para o vôlei de praia. A divisão também será igualitária entre mulheres e homens.

“Quando estamos vivendo o alto rendimento, temos o foco totalmente voltado para a performance esportiva e a busca por resultados. Estar preparado para o momento do encerramento é a melhor forma de deixar um legado da carreira como atletas, e entrar com o pé direito em um novo momento. O “Jornada das Estrelas” tem esse objetivo. Preparar o atleta para que faça a transição de maneira planejada e com consciência”, explica Camila Carvalho, gerente de Projetos Especiais da CBV, que foi atleta de remo e representou o Brasil nos Jogos de Pequim 2008. “É motivo de orgulho poder oferecer aos atletas a possibilidade de se preparar para a transição da carreira e para as novas possibilidades que estão por vir. A ideia é, a cada ano, ampliar essa rede e atender um número cada vez maior de atletas”.

Aplicativo CBV.
Baixe agora!

Baixe agora o Aplicativo Vôlei Brasil, faça seu cadastro e receba todas as novidades das competições, alertas dos seus jogos favoritos, além de assistir a vídeos ao vivo.

Baixe na Apple Store Baixe na Google Play
Banco do Brasil

PATROCINADOR OFICIAL

Parceiros Oficiais